domingo, 23 de maio de 2010

O diário dos leitores de Anne Frank (4)

A covardia dos governos totalitários é, em minha opinião, a pior forma de terrorismo que a história já conheceu.

Quando exércitos se enfrentam, por mais estúpidas que sejam as afirmações usadas para justificar tamanha barbárie, me parece que conseguimos tolerar um pouco mais as notícias transmitidas das regiões de conflito ou os registros históricos. Mas quando tomamos conhecimento de atos de covardia, como os descritos por Anne Frank em seu diário, a tristeza parece dar lugar a um sentimento de impunidade e indignação.

Nessa semana, me coloquei algumas vezes, durante a leitura das últimas páginas, no lugar dos refugiados do Anexo Secreto. Foi difícil se imaginar judeu e ver pela cortina de um esconderijo as mesmas coisas que Anne viu acontecer com outros que seguiam sua religião. Isso sem contar as bombas, a convivência, o confinamento e os ladrões.

Também me sensibilizei com os cristãos holandeses, que eram forçados a abandonar seus sonhos para ter de ingressar no exército nazista e doar sua juventude para os interesses do führer.

E vocês, tiveram impressões semelhantes à minha? O que acharam das últimas páginas?

Para essa semana, vamos ler até fevereiro de 1944, ok?

Aproveitem o tempo frio e a garoa que cai em Itapecerica da Serra para ler ou assistir a um bom filme.

Um bom domingo a todos.

P.S. Vitor, quando você disse Big Brother, pensei imediatamente no “Grande Irmão” do livro 1984, de George Orwell. Se você não leu este livro, tenho certeza de que vai gostar.
Marcial, obrigado pela indicação dos sites.

8 comentários:

Liah disse...

Nossa, como você acorda cedo ! Digitei o endereço do blog pensando em ler o post passado (mesmo porque, não comentei em nenhum até agora).

Bom, algumas pessoas conseguiram me ver com os olhos bem úmidos quando lia Anne Frank no ônibus da escola.

Fiquei pensando o que eu faria no lugar dos cristãos obrigados a entrar no exército e não cheguei numa conclusão. Era morrer ou servir, não?

Consegui me controlar e não passar o limite da leitura essa semana. As vezes o peso dos trabalhos escolares pode ajudar. Mas acho que dessa vez vai ser difícil. A história é tão contagiante... Já indiquei para vários amigos.
Não sei se já disse antes, mas é um livro que todos deveriam ler.

Uma boa leitura a todos!

Elisama disse...

Mais de um ano se passou e com ele muitos acontecimentos, o que se contrapõe ao fato de pensarmos que pessoas no estado da família Frank e dos Van Daans possam ter tantos acontecimentos, tristes na maioria das vezes, a narrar, e a isso, acrescenta-se o fato de que tudo que no anexo acontece, ganha uma magnitude devido ao confinamento. O último p.s. de Anne me fez pensar o quão carregado de sentimentos esse diário é, pois ela afirma que escreveu aquelas linhas antes que sua fúria esfriasse. Não dá para parar de ler, vou terminar este post logo para não quebrar o trato, e vou correndo voltar a minha leitura.

Camilla disse...

Já que tá todo mundo super empolgado e envolvido com a leitura do diário e com temas que envolvem o holocausto, acho que vale a pena divulgar: Saiu hoje na Folha (que tá toda linda e modernosa, rs) que haverá uma exposição inédita aqui em São Paulo, no Sesc Pompeia, sobre o Holocausto. Será a partir de sexta, até o dia 4 de julho - de grátis! :)
Pelo que li na matéria, terão vídeos com depoimentos de oito vítimas, com fotos e objetos de sobreviventes.

Achei emocionante e, ao mesmo tempo, relacionado com a nossa menininha judia, o depoimento de uma das vítimas: "Jurei a mim mesmo, quando perambulava esfarrapado e alquebrado pelos campos [nazista], que, se Deus me permitisse sobreviver, eu contaria ao mundo tudo o que aconteceu". Será que a Anne Frank também pensava assim, dentro do Anexo?

(A matéria está no caderno Cotidiano - c6, 24/05/10).

Até!
Beijão, Carlos.

MarcialExpedito disse...

Bom,Olá a Todos, Bom , Como já de esperado , Anne Passa a Descrever os fatos ocorridos de uma forma mais agressiva - desta vez acho que passa a descrever mais sobre os fatos da incompetência de hitler..Como Bombas E Transformações da destruição.Sempre nas leituras algo me chama atenção,''Seguiu-se um relatório como não tínhamos
ouvido há meses, talvez mesmo durante toda esta guerra:
Mussolini caiu, o rei da Itália tomou conta do governo.''-Incrívelmente logo relacionei as fatos estudados em aula..
Um Abraço , Pena que vários dos nossos amigos não estao mais comentando ... Nem mesmo o Professor, Vamos Amigos... Não deixem este projeto '' cair ''.
Ah, Se quiser dar uma olhada nesta noticia , que encontrei -http://noticias.r7.com/internacional/noticias/textos-originais-de-anne-frank-voltam-ao-museo-20100428.html
Otima noite.

Doppel'. disse...

Não da pra acreditar que o mundo é tãão injusto, quero dizer. Existem coisas que estão além de nossa compreensão, pra mim, inclusive, um megalomaniaco responsável por acabar com a vida de milhões de pessoas é uma delas. Ver o sofrimento e as situações que Anne passou exemplificam muito bem esse esqueme maldito! Desculpem gente, to ocupado e acabei esquecendo de comentar no domingo!

Doppel'. disse...

Cade o diario dos leitores de Anne Frank 5?

Liah disse...

Faço a mesma pergunta! HSAHUS

Carlos Assis disse...

Pronto, pessoal! Já postei.